Contabilidade trabalhista: como sua empresa pode se apropriar desse pilar?

Contabilidade trabalhista

A contabilidade trabalhista ganhou ainda mais atenção com a Reforma Trabalhista, que promoveu alterações na CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) em 2017.

Embora toda mudança possa trazer um certo desconforto inicial, é importante que os profissionais da contabilidade analisem essa questão sob a ótica das oportunidades que surgem por meio das novas regras.

Primeiramente, vamos nos deter no seguinte ponto: as alterações não trouxeram praticamente nenhuma novidade, uma vez que a maioria das ações já era praticada pelos empresários e somente era comunicada posteriormente à contabilidade, deixando o contador em uma situação complicada para traduzir tais informações para o fisco.

Portanto o que a lei fez foi formalizar ações que já eram realizadas dentro das empresas, como, por exemplo, os acordos feitos entre empresário e funcionário para rescisão contratual.

Em segundo lugar, sem fazer julgamentos contra ou a favor, o profissional de contabilidade trabalhista deve ter em mente que o seu cliente é o empresário e, a partir desse pressuposto, perceber as oportunidades que as alterações na legislação trazem para ele.

Pontos de atenção para a contabilidade trabalhista

Confira alguns dos principais pontos da  Lei 13.467/2017 para os quais você precisa ter atenção:

  • Empregados não registrados: a multa passa a ser de R$ 3 mil por empregado não registrado e de R$ 800,00 para ME ou EPP, além de uma multa de R$ 600,00 em caso do não fornecimento de dados dos empregados.
  • Teletrabalho ou Home Office: Muitas empresas já adotaram o estilo de trabalho à distância, e agora os trabalhadores dessa modalidade passam a receber pelas atividades entregues, e não mais pelo tempo de trabalho.
  • Alterações nas rescisões contratuais: Serão contados 10 dias para o pagamento das verbas rescisórias, além da extinção da necessidade de homologação por parte dos sindicatos. Além disso, anteriormente os acordos para rescisão que eram considerados ilegais, mas eram realizados assim mesmo pelos empresários, passam a ser previstos na legislação, o que facilita o trabalho da contabilidade trabalhista.
  • Fracionamento de férias: as férias podem ser divididas em até três períodos sendo que um deles deve ter no mínimo 14 dias e os demais no mínimo cinco dias. Além disso, as férias não poderão ser iniciadas nos dois dias que antecedem feriados ou DSR.
  • Negociação da jornada de trabalho: a jornada de trabalho poderá ser negociada, mas devem ser observados os limites constitucionais, respeitando o limite de 10 horas diárias.
  • Trabalho Intermitente: a nova lei trabalhista prevê a contratação de funcionários sem horário fixo de trabalho, recebendo por hora trabalhada. Para isso, é importante fazer um contrato de trabalho intermitente.

O profissional de contabilidade deve observar que, a partir dessses exemplos apresentados de maneira resumida, é possível perceber como as alterações trarão impactos em seu trabalho como um todo.

Como atrair clientes oferecendo serviços de contabilidade trabalhista

A primeira pessoa a quem o empresário recorre quando tem problemas trabalhistas é o contador. E por estar diretamente ligado a sua área, esse profissional deve estar alinhado com questões como folha de pagamento, CLT, mudanças na legislação, entre outros.

Então, se você deseja trazer esse diferencial para o seu escritório e conquistar mais clientes, é necessário um conhecimento profundo do assunto.

Atualmente os profissionais da contabilidade estão cada vez mais trabalhando como consultores, e você não deseja que o seu cliente tenha sanções, por exemplo, por falta de orientações.

Confira passo a passo como incluir a consultoria de contabilidade trabalhista na sua carteira de serviços:

  • Busque conhecimento sobre o assunto e treine sua equipe para realizar consultoria especializada.
  • Além de procurar conteúdos gratuitos, é importante se aprofundar no tema participando de cursos, palestras, workshops e fazendo networking com outras empresas que também oferecem esse tipo de serviço.
  • Faça parcerias com escritórios de advocacia, pois esses profissionais te auxiliarão em questões legais, além de poder indicar novos clientes para o seu escritório.
  • Comece trabalhando seu novo serviço com os clientes que você já possui, oferecendo essa consultoria de forma agregada, assim você irá adquirir autoridade na área de contabilidade trabalhista.
  • Como houve alterações na legislação, você pode, inclusive, treinar a equipe do departamento de pessoal do cliente, e não apenas prestar consultoria.
  • Invista em divulgação e no marketing do seu escritório, pois de nada adianta você se especializar e treinar sua equipe se não divulgar aos seus clientes.

Lembre sempre que conhecimento nunca é demais e, além de aprender um novo ramo de atividade, você também pode ter um grande destaque no mercado contábil se especializando em um nichoTer um bom relacionamento com seu cliente certamente é um diferencial, mas entrar em um mercado no qual poucos estão investindo pode ajudar a aumentar ainda mais a credibilidade do seu escritório. 

Como a utilização de sistemas integrados pode auxiliar

A organização é essencial quando falamos em oferecer novos serviços para que você não perca o foco e a qualidade daqueles que já oferece.

Uma dica extra se refere à importância de investir em sistemas integrados de informação, que ajudarão a entregar ao cliente exatamente aquilo que foi acordado, com maior controle e eficiência.

A utilização desse tipo de software permite que você realize cálculos de maneira exata e que as informações sejam inseridas automaticamente, economizando tempo e trazendo mais confiabilidade e segurança.

Portanto, se você ainda utiliza planilhas de excel para fazer a folha de pagamento e o controle de funcionários do seu escritório ou dos seus clientes, saiba que é muito importante começar a pensar em novas alternativas para melhorar a eficiência do seu trabalho.

Um software de gestão como o da ContaAzul ajuda a manter todo esse controle e ainda agrega muitas outras funções para sua organização financeira.

New Call-to-action

E você, como tem se preparado para auxiliar seu cliente com as mudanças na legislação trabalhista? Comente.

 

Vinicius Roveda

Sobre o autor do artigo

Vinicius Roveda atua há 15 anos no mercado de tecnologia e internet. Possui formação em Ciências da Computação, MBA em Gestão Empresarial e especialização em Gestão de Produtos. É fundador e CEO da ContaAzul, fornecedora de software de gestão online para MPEs de todo o Brasil. A ContaAzul foi acelerada pela americana 500Startups e já recebeu aportes de diversos investidores mundiais desde 2009.

ContaAzul 100% Gratuito para escritórios contábeis. Saiba Mais!

 

Deixe seu comentário