Como selecionar talentos para montar seu time contábil

Selecionar talentos na contabilidade

A famosa geração Y é conhecida pelos seus valores morais, vontade de crescer e pela utilização da tecnologia. Mas não é apenas isso. A fama também atinge a grande rotatividade em empregos. Esse é justamente um dos motivos que dificultam selecionar talentos para montar o seu time contábil. Como enfrentar esse desafio?

Aprenda a selecionar talentos na empresa contábil

Muitos empresários contábeis questionam o fato de empregar horas de treinamento e investimento em cursos, para, em menos de um ano, o funcionário pedir demissão e começar a trabalhar na concorrência.

Se você tem dúvidas sobre como montar a equipe e acertar na contratação de bons profissionais,  fique ligado. Vamos apresentar um passo a passo para construir seu time contábil de forma eficiente.

1. Conheça a sua empresa e a cultura organizacional

Antes mesmo de começar a pensar no tipo de profissional a ser contratado, é necessário entender qual é a cultura organizacional. Para isso, analise qual é a missão, visão e valores da empresa. A ideia é buscar talentos que tenham a mesma vontade de crescer.

Além disso, também é necessário analisar o quadro de profissionais que você já possui. Certamente, ter uma equipe eclética é um ponto positivo na maioria das empresas. Mas reflita se os valores do candidato são os mesmos que você deseja manter no seu escritório.

Sua equipe contábil deve ter orgulho de trabalhar no seu negócio. Além disso, deve ter a motivação e o empenho necessários para ajudar sua empresa a crescer.

2. Entenda a necessidade do escritório antes de montar seu time contábil

Antes de começar a selecionar talentos para montar o seu time contábil, é necessário analisar que tipo de profissional você precisa nesse momento.

Se possui uma equipe composta por muitos colaboradores fazendo atividades operacionais e sente que o trabalho não está rendendo tanto quanto deveria, talvez seja necessário contratar um supervisor para ajudar a otimizar o trabalho da equipe.

Mas se você está iniciando agora seu escritório contábil, uma boa ideia pode ser contratar um assistente ou até mesmo um estagiário. Assim, pode utilizar seu tempo realizando as atividades gerenciais da empresa. Foco total no crescimento dela.

3. Descreva a vaga nos mínimos detalhes

Para ter mais chances de receber os melhores currículos, é importante fazer um bom descritivo da vaga. Ou seja, escreva detalhadamente quais serão as atividades desenvolvidas pelo profissional. Se dedique especialmente às características que deseja que essa pessoa tenha.

Fazendo a combinação de atividades e características, é reduzida a chance de receber profissionais com ótimo domínio técnico, mas que não mostrem boa desenvoltura para coordenar reuniões. Isso é fundamental se estiver buscando um cargo de gestão, por exemplo.

Além disso, também é recomendável aceitar indicações e buscar profissionais nas redes sociais, como o LinkedIn. Caso seja uma vaga de gestão, uma ótima ideia é contratar headhunters. São empresas especializadas em buscar os melhores profissionais do mercado.

4. Faça as perguntas certas na entrevista

Após selecionar os profissionais com o perfil do seu interesse, chegou o momento de conhecer pessoalmente (ou virtualmente) o candidato: a entrevista. É nessa hora que deve fazer as perguntas corretas. Também é preciso identificar se o candidato realmente tem as habilidades que você espera.

A sugestão é apresentar cenários hipotéticos. Assim, pode observar se o profissional tomaria a ação que você deseja. Também vale fazer um bate-papo para conhecer melhor o candidato e as suas pretensões para a carreira, além dos seus valores.

Outro ponto importante para selecionar talentos é fazer testes práticos, caso a vaga seja para cargos operacionais. Dessa forma, pode verificar se o profissional possui as habilidades técnicas que sua empresa contábil necessita

5. Utilize ferramentas de análise comportamental

Após selecionar os candidatos preferidos na entrevista, é indicado utilizar ferramentas de análise comportamental. Elas podem ser contratadas com empresas de seleção de talentos. E os testes podem ser feitos pela internet ou pessoalmente.

A ferramenta ajudará a identificar o perfil do candidato. Para citar um exemplo, podemos falar da metodologia DISC.

Essa metodologia fará uma análise comportamental com base em quatro fatores:

  • D – Dominância
  • I – Influência
  • S – Estabilidade
  • C – Conformidade

Ao aplicá-la, você não receberá um feedback de qual candidato é melhor ou pior. Mas ela indica se o estilo comportamental dele é condizente como o cargo que você deseja que ele ocupe.

6. Analise o comportamento do candidato no período de experiência

Além de realizar todas as análises anteriores, após escolher o candidato, é necessário verificar como ele está se portando como membro do seu time contábil durante o período de experiência.

Muitas empresas têm receio de demitir um funcionário que não teve o desempenho desejado nesse período inicial. Mas é importante lembrar que, nesse momento, apesar de estar passando por uma adaptação, o novo colaborador deve demonstrar todos os seus conhecimentos.

Se durante os 90 dias ele desempenhar o trabalho desejado, com a efetivação, ele se muito provavelmente vai se tornar um novo talento para o seu time contábil. E é isso que você deseja, não é mesmo?

Respeite cada etapa para uma decisão acertada

Com a urgência da contratação de um novo colaborador, muitos empresários pulam etapas da seleção. Por esse motivo, podem acabar se decepcionando com a escolha feita na contratação.

Para evitar erros e arrependimentos, é muito importante respeitar cada etapa. Só assim será possível tomar a decisão correta ao contratar um novo talento e reforçar sua equipe.

Então, sempre lembre-se de todas as etapas:

  1. Conheça profundamente a cultura e os objetivos da sua empresa.
  2. Busque um profissional que supra as necessidades do seu escritório contábil.
  3. Faça uma boa descrição da vaga, incluindo as habilidades técnicas e as questões comportamentais.
  4. Prepare-se para a entrevista, seja fazendo uma prova ou criando cenários hipotéticos para que o candidato possa mostrar as suas reais habilidades.
  5. Utilize a metodologia DISC para realizar uma análise comportamental dos seus candidatos favoritos.
  6. Após a contratação, verifique se o funcionário realmente se mostra como o ideal de acordo com a sua desenvoltura no período de experiência.

Vencidas essas etapas, você provavelmente encontrou uma fórmula eficaz de selecionar talentos. Agora, é só colocar o time para trabalhar, liderá-los com maestria e colher bons resultados.

New Call-to-action

E no seu escritório contábil, quais são as principais dificuldades para selecionar talentos para montar seu time contábil? Comente!

 

Gabriel Manes

Sobre o autor do artigo

Gabriel Manes é Coordenador de Marketing do ContaAzul para Contadores. Tem pós-graduação em Estratégias Digitais, Redes e Mídias Sociais pela Sustentare Business School.

ContaAzul 100% Gratuito para escritórios contábeis. Saiba Mais!

 

Deixe seu comentário