Materiais Educativos

Compartilhe essa página

Glossário

Contabilidade gerencial

O que é Contabilidade Gerencial?

Toda empresa formal deve ter o auxilio de um contador para prestar contas ao fisco e também para pagar todos os encargos fiscais e burocráticos. Na contabilidade gerencial, o contador, além de orientar o empreendedor sobre o que fazer com relação a tributos e impostos, também o auxilia na tomada de decisões de sua empresa.

Como funciona

A boa gestão de uma empresa (e conseqüentemente sua lucratividade) depende de um plano financeiro com valores e metas bem definidos. Para que este plano financeiro seja executado com o máximo de rigor e eficiência, o empresário poderá buscar os recursos da contabilidade gerencial.

Por estar sempre em contato com as transações da empresa, o contador poderá coletar dados que serão úteis na gestão do empreendedor. Desta forma, a contabilidade gerencial sempre estará fornecendo ao seu cliente informações sobre o que está ou não dando certo na execução do plano financeiro. E não é apenas isso, a contabilidade gerencial também indicará as medidas a serem tomadas para a boa gestão da empresa.

Essas informações fornecidas pela contabilidade gerencial são transmitidas ao cliente através de relatórios, que detalham onde a empresa está desperdiçando dinheiro, quais as fontes de prejuízo, bem como as fontes de lucro.

O papel do contador gerencial

Quando se fala em contador, logo vem a cabeça o profissional que lida com a escrituração de uma empresa, mas em sua premissa, o técnico de contabilidade é um especialista em fazer contas, desenvolver balanços e definir a realidade financeira de uma empresa ou mesmo de uma pessoa física.

Levando em conta esta premissa, o contador gerencial é aquele que identifica e interpreta informações financeiras/operacionais para o cliente, e com estas informações em mãos, o empreendedor poderá usar com mais responsabilidade seus recursos.

Especificando de um modo abrangente, a contabilidade gerencial compreende todo relatório contábil desenvolvido especialmente para que a administração o utilize na tomada de decisões a curto e longo prazo.