Emita NF-e 4.0 em poucos cliques e esqueça o emissor gratuito

Emissão de nota fiscal eletrônica 4.0 em uma plataforma integrada ao financeiro. Sem instabilidades, sem trabalho manual nem desorganização

Por que abandonar o emissor gratuito de NF-e?

Para se manter dentro da lei: emissor de NF-e 4.0

A NF-e 4.0 passa a ser obrigatória em agosto/2018. É importante que, a partir dessa data, você consiga emitir notas dentro do novo modelo. O emissor gratuito da Sefaz, por exemplo, já está em desuso em alguns estados e você precisa garantir as obrigações fiscais.

Para agilizar suas vendas

O preenchimento de dados na geração de notas não pode atrapalhar suas vendas. Você precisa garantir agilidade nesse processo e evitar qualquer tipo de erro. Com a ContaAzul, por exemplo, você puxa automaticamente informações de produtos e clientes e não perde tempo com redigitação.

Para melhorar o controle financeiro

Com emissão de notas integrada ao financeiro de sua empresa, você não perde tempo atualizando dados e tem plena noção sobre recebimentos e pagamentos. Todas as informações sobre notas ficam sincronizadas com processos de cobrança, estoque e conciliação bancária, por exemplo.

Para facilitar a contabilidade

Sem perdas e sem erros em documentos. Garantir a organização das suas notas fiscais é essencial para a contabilidade de sua empresa. Para que perder tempo reunindo todas no final do mês? Em apenas um clique, você enviar todas elas para a sua empresa contábil, sem preocupações.

Ícone representando nova possibilidade

Para iniciar uma nova era em seus negócios

Sem preocupações com notas fiscais, você libera tempo para fechar mais negócios. Não perde finais de semana, nem fica na empresa depois do expediente. Aproveite nossa condição especial e transforme as rotinas fiscais em sua empresa.

Faça um teste grátis e garanta até 47% de desconto na contratação do plano anual.

4,9 4
Conta Azul

Eu procurei a ContaAzul com o objetivo de facilitar e ganhar agilidade na emissão de Notas Fiscais. Demorava 10 horas para emitir cada NF-e e com a ContaAzul passei a fazer em apenas 2 minutos."

Saiba mais

Escolha o plano ideal para sua empresa

Você pode testar a emissão de notas no período de teste grátis e conferir a facilidade e agilidade no processo na ContaAzul

Funcionalidades Conta Azul

Perguntas frequentes

A Conta Azul emite nota fiscal eletrônica? Quais tipos?

Sim, Conta Azul emite nota fiscal eletrônica de diferentes tipos.

Confira os tipos de nota disponíveis:

NFS-e: Nota fiscal eletrônica de prestação de serviço para mais de 600 cidades
NFC-e: Nota fiscal eletrônica do consumidor para 21 estados
NF-e: Nota de venda de produtos, quando sua empresa vende um bem ou mercadoria para outra empresa ou para o consumidor final, incluindo.
– Nota Complementar ICMS ST
– Nota de Compra
– Nota de Venda Consignada
– Nota de Venda à Ordem
– Nota de Venda para Entrega Futura
– Nota de Venda de Industrialização
– Nota fiscal de remessa
– Nota fiscal de retorno
– Nota fiscal de devolução
– Nota fiscal de exportação

Por ser uma plataforma online que conecta vendas ao financeiro, a geração de nota fiscal é simples de usar e ajuda sua empresa a ganhar tempo, trazendo dados de clientes, de produtos ou de serviços diretamente para o documento fiscal.

Ainda é possível cancelar notas (conforme legislação de sua cidade ou de seu estado), mantê-las armazenadas pelo prazo legal (5 anos) e importar as notas de compra emitidas contra sua empresa para alimentar o financeiro e o estoque, além de cumprir obrigações de manifestação do destinatário eletrônica junto à Sefaz Nacional

A Nota Fiscal Eletrônica é um documento de existência apenas digital, criado para substituir as notas fiscais de modelos 1 e 1A (notas impressas). O conceito de Nota Fiscal Eletrônica é: um documento digital, emitido e armazenado eletronicamente. A função é registrar para fins de recolhimento de impostos e fiscalização com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços, realizada por uma empresa.

Sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do remetente (garantia de autoria e de integridade) e a Autorização de uso fornecida pelo Fisco, antes da ocorrência do fato gerador.

Sim, ContaAzul funciona como emissor de nota fiscal eletrônica para diferentes tipos de operação e está preparado para o novo layout. Trabalhamos para deixar tudo organizado de forma que você não precise se preocupar com mudanças desse tipo: a solução estará preparada para mudanças de legislação.

Para relembrar: a NF-e 4.0 já funciona desde 2017, mas é obrigatória a partir de 2 de julho de 2018. Essa é a data definitiva: depois disso, notas no padrão 3.10 não serão mais validadas pelos órgãos do governo (Sefaz).

O prazo para migração do layout 3.10 para o layout 4.0 da NF-e é 2 de julho de 2018. Esse padrão já está disponível desde 2017, mas agora se torna obrigatório. Depois disso, notas no padrão 3.10 não serão mais validadas pelos órgãos do governo (Sefaz).

A nota fiscal eletrônica só existe digitalmente: é um arquivo eletrônico no formato XML, que carrega as informações de uma operação de compra ou venda organizadas de forma estruturada. Essa estrutura, no arquivo XML, recebe o nome de “layout” (ou leiaute, em uma versão aportuguesada do termo, usada com frequência pela Receita Federal). O governo federal, por da Secretaria da Fazenda (Sefaz) define essas regras em notas técnicas — no caso, Nota Técnica 2016.002, divulgada em novembro de 2016 pela Encat (Coordenação Técnica do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais).

NF-e 4.0 é a “cara” nova da nota fiscal eletrônica de mercadorias. Ela se aplica a compras e vendas de produto, com regras específicas e diferentes do padrão usado anteriormente (NF-e 3.10). O arquivo XML da nota agora passa a ter uma nova organização e o sistema emissor precisa estar preparado para isso. A versão anterior vigorava havia 3 anos.

A nova versão do documento fiscal é fruto da mais significativa mudança promovida na NF-e nos últimos anos e obedece a uma política do Encat de só mexer no leiaute da nota quando há necessidades de alteração acumuladas.

De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e gera um arquivo eletrônico contendo informações fiscais da operação comercial, o qual deverá ser assinado digitalmente (com certificado digital), de maneira a garantir a integridade dos dados e a autoria do emissor. Este arquivo eletrônico é transmitido pela Internet para a Secretaria da Fazenda do estado em que sua empresa está inscrita (jurisdição do contribuinte) para uma pré-validação. Um protocolo de recebimento (Autorização de Uso) é devolvido pelo governo.

Sem o arquivo XML validado, a mercadoria não pode transitar. Uma versão visual desse arquivo pode ser criada por meio da Danfe (documento auxiliar da NFe), que pode ser enviada ou impressa.
A Secretaria de Fazenda de São Paulo oferece o download de um sistemas de emissão de NF-e gratuitamente, porém, esse programa tem limitações, como a dificuldade para quem emite grande volume de notas e a complexidade de configuração e uso.

São cinco os pré-requisitos principais para emitir uma nota fiscal eletrônica de venda de produto. Os passos básicos são:

  1. Ter uma empresa formalizada – CNPJ: Caso não tenha, procure um contador para conversar sobre qual regime sua empresa se enquadra
  2. Inscrição Estadual: Geralmente, a inscrição estadual é expedida junto com o CNPJ. Seu contador pode lhe auxiliar nessa etapa também.
  3. Adquira um Certificado Digital: Para ter validade jurídica, você precisa de uma assinatura digital, para confirmar a autenticidade do documento e provar que foi a sua empresa que emitiu a nota. Saiba mais sobre certificado digital
  • Credenciamento SEFAZ: Você precisa estar cadastrado para emitir a nota fiscal eletrônica na Secretaria de Estado da Fazenda onde sua empresa está instalada. O cadastro geralmente é simples, mas varia de um estado para o outro, por isso é interessante que você procure um contador que conheça a legislação local para te ajudar.
  • Escolha um sistema de Emissão: Você vai precisar de um sistema emissor de notas fiscais eletrônicas. É importante que o sistema escolhido esteja integrado ao de controle de vendas, de forma que não seja necessário entrar com informações manualmente. Com o ContaAzul você pode fazer a emissão de notas de produtos ou serviços integrado com suas vendas! É rápido, fácil e eficiente!
  • Na ContaAzul, trabalhamos para criar um sistema de gestão 100% online, fácil de usar e seguro, para micro e pequenas empresas poderem ter condições melhores de alcançar seu sucesso. Com a decisão da Sefaz de descontinuar o emissor gratuito, sabemos que muitas empresas perdem eficiência e tempo com o emissor gratuito.

    A melhor opção para não ficar na mão do governo até na hora de cumprir as obrigações fiscais é usar um sistema de gestão integrado, que junta controle de vendas, controle financeiro e nota fiscal. Diferentemente do emissor gratuito, que precisa ser baixado e configurado, o ContaAzul é 100% online, com segurança e acessos controlados.