Nota Fiscal de Serviço em Florianópolis em 1 clique

Nota de serviço sem Certificado em São Paulo: ganhe tempo e organização

Com o ContaAzul você emite sua NFSe sem certificado e ganha tempo no seu dia a dia!

nfse manaus

NFS-e Florianópolis em 1 clique e sem certificado

Sua empresa tem sede em Florianópolis-SC e presta serviços? Você está no lugar certo. Bastam poucos segundos e alguns cliques para você emitir NFS-e de Florianópolis sem certificado digital dentro do ContaAzul, com a organização, a segurança e a integração de um sistema de gestão completo e online. O ContaAzul é o primeiro sistema a oferecer essa funcionalidade, usando os melhores recursos tecnológicos para garantir segurança e nota de serviço válida e sem erros.

Exclusividade ContaAzul

O ContaAzul é o primeiro software de gestão a permitir a emissão de notas de serviço sem certificado digital, porque usa tecnologias para emitir o documento fiscal via Prefeitura de Florianópolis. É como se um assistente virtual pegasse seus dados (cliente, serviço vendido, valor da nota e alíquota de imposto) e acessasse o sistema da prefeitura para criar a nota em seu lugar. Na prática, a emissão é efetivamente realizada pelo site da prefeitura sem sair do ContaAzul.

Notas sincronizadas com a Prefeitura de Floripa

O ContaAzul usa protocolos seguros para se comunicar com a Prefeitura de Florianópolis e fazer a emissão da nota por você. Além de garantir a regularidade do procedimento, sem certificado, as notas ficam arquivadas e sincronizadas entre ContaAzul e site da prefeitura. Menos cliques e menos tempo, com a precisão de um sistema integrado de gestão.

nota fiscal de serviço fácil para floripa

Passo a passo para NFS-e de Floripa em 1 clique

O passo a passo é fácil. Ao acessar o ContaAzul pela primeira vez, você encontra a opção de gerar nota sem certificado para Floripa, se a sede da empresa é na capital catarinense. Preencha os dados solicitados e pronto. A partir da próxima venda, a nota sai em um clique.

São três requisitos:
1- Ter seu CNPJ inscrito em Florianópolis,
2- Possuir acesso ao emissor de NF-e da Prefeitura e

Impostos sugeridos na nota de serviço

Para driblar a complexidade do sistema tributário do país, receba sugestões de impostos sobre o serviço faturado diretamente no cadastro das atividades oferecidas por sua empresa ou na emissão da nota. O ContaAzul usa seu histórico de contratos e prestação de serviços além de boas práticas contábeis e de mercado para recomendar tributos e alíquotas aplicados. Basta verificar a alíquota e o imposto e concluir a emissão. Tudo para você ganhar tempo e completar a emissão em poucos segundos.

Ícone representando notas fiscais

Integrações que agilizam a emissão.

Uma das principais vantagens de usar o ContaAzul para acessar o site da Prefeitura é que as vendas, contas a receber e fluxo de caixa lançados no sistema são atualizados automaticamente com a emissão da nova nota, além de o emissor de NFS-e ser totalmente integrado com a emissão de vendas. Você nunca mais vai precisar informar dados de uma venda duas vezes! O envio de documentos ao contador também é mais ágil e preciso, para quem usa a integração com o contador.

4,9 4
Conta Azul

O ContaAzul proporcionou melhoria para emissão de nota fiscal de prestação de serviço em nossa empresa e facilitou nosso trabalho, pela agilidade.

Conecte as áreas da sua empresa

As Funcionalidades ContaAzul foram pensadas para facilitar a sua gestão, economize tempo utilizando um único sistema.

Funcionalidades Conta Azul

Perguntas frequentes

Quem pode usar a NFS-e ou NFPS-e sem certificado em Florianópolis?

Têm acesso à funcionalidade de nota sem certificado todas as empresas sediadas na capital catarinense que prestam serviços. Se seus clientes e serviços prestados já estiverem registrados no ContaAzul, como no caso de contratos ou vendas recorrentes, a NFS-e sai em poucos segundos e um clique.

A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica é um documento fiscal, utilizado para o registro das prestações de serviços, gerado e armazenado eletronicamente.

A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) é um documento fiscal, de existência apenas digital, que viabiliza a comunicação entre o prestador de serviço e a prefeitura do município, substituindo as tradicionais notas fiscais de serviços impressas. A NFS-e possui o objetivo de registrar as operações relativas à prestação de serviços por parte das empresas.

Em casos onde não é possível gerar uma NFS-e pontualmente, existe uma solução que é o Recibo Provisório de Serviços (RPS). O RPS é um recibo de responsabilidade do contribuinte e deverá ser gerado manualmente, possuindo uma numeração sequencial crescente. Este recibo deverá ser convertido em uma NFS-e no prazo estipulado pelo município onde sua empresa atua.

O Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), ou somente Imposto Sobre Serviços – ISS, é da competência dos municípios (CF/88, art. 156, III) e substituiu, com a Reforma Tributária feita pela Emenda nº 18, de 1965, o antigo Imposto de Indústrias e Profissões, que constituía a principal fonte de receita tributária municipal.

O Valor do ISS é definido de acordo com a natureza da operação, a opção pelo Simples Nacional, o regime especial de tributação e o ISS Retido, e será sempre calculado, exceto nos casos previstos em lei. A alíquota do ISS é definida pela legislação municipal. Quando a NFS-e é tributada fora do município em que está sendo emitida, a alíquota será informada pelo contribuinte.

É o documento que deve ser expedido por emitentes da NFS-e em eventual impedimento de emissão on-line da NFS-e. Também pode ser utilizado por prestadores de serviço sujeitos à emissão de grande quantidade de NFS-e (por exemplo, estacionamentos, instituições de ensino etc.).

Nessas hipóteses, o RPS deverá ser emitido no momento da prestação do serviço para cada transação. Depois, é obrigatório providenciar sua conversão em NFS-e mediante a emissão on-line ou envio de arquivos (processamento em lote).

Os requisitos básicos para emitir uma NFS-e são semelhantes para todas as cidades brasileiras. Mas, como a nota de serviço é transmitida à prefeitura, pode haver detalhes e especificidades de cada município. Confira os quatro passos principais:

  1. Ter uma empresa formalizada, com CNPJ: Caso não tenha, procure um contador para conversar sobre qual regime sua empresa se enquadra
  2. Inscrição Municipal: Trata-se do número de identificação do contribuinte no Cadastro Tributário Municipal, que é realizado junto às prefeituras de cada município. (*Exceto para Brasília, que exige inscrição Estadual)
  3. Adquira um Certificado Digital: Para ter validade jurídica, alguns municípios exigem um certificado digital, para confirmar sua autenticidade e provar que foi a sua empresa que emitiu a nota.Saiba mais sobre certificado digital
  • Escolha um sistema de Emissão: Você vai precisar de um sistema emissor de notas fiscais eletrônicas. É importante que o sistema escolhido esteja integrado ao de controle de vendas, de forma que não seja necessário entrar com informações manualmente. Com o ContaAzul você pode fazer a emissão de notas de produtos ou serviços integrado com suas vendas! É rápido, fácil e eficiente! Experimente grátis!
  • Toda a documentação técnica e a legislação estão disponíveis no Portal da prefeitura. Ainda assim, aconselhamos a sempre conversar com seu contador, ele é a melhor pessoa para te direcionar no que fazer.

    A autenticidade da nota fiscal eletrônica é garantida, em geral, por um certificado digital, um tipo de assinatura eletrônica adquirida junto a entidades credenciadas. A exceção são prestadoras de serviço optantes pelo Simples Nacional, regime tributário para micro e pequenas empresas que agrega impostos em uma alíquota unificada. Elas são dispensadas do certificado se a nota for tirada em sistemas fornecidos pelas prefeituras municipais.

    Sim, mas para a maior parte das cidades, é preciso ter um certificado digital A1.

    O ContaAzul permite emitir NFS-e nas seguintes cidades Brasileiras:

    Salvador, Campinas, Teresina, Curitiba, Guarulhos, Recife, Duque de Caxias, Manaus, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Osasco, São Bernardo, São Paulo, Belém.

    Se sua cidade não está nesta lista, confira a relação completa de cidades homologadas conosco e manifeste sua vontade.